quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Presidentes da Câmara de Coimbra (1976-2013)

Os presidentes eleitos na Câmara de Coimbra, nos últimos 37 anos, são apresentados sumariamente neste trabalho.

Algumas notas que merecem ser destacadas:
1. Os dois primeiros presidentes eleitos em listas do Partido Socialista, Judite Mendes de Abreu e Fernando Mendes Silva, apresentaram-se com o estatuto de independentes.
2. Fernando Mendes Silva é o único presidente oriundo da sociedade civil.
3. Manuel Machado foi eleito com a maior percentagem de votos (31,7% em 1993) e com a menor percentagem (17,5% em 2013).

Parece impossível como esta informação (e até com maior número de pormenores, obviamente) não está disponível no sítio da Câmara Municipal de Coimbra na internet.

Nota: Agradeço as colaborações e correcções que queiram fazer-me chegar.


1976
Judite Mendes de Abreu
(independente / PS)
57 anos
Licenciada em Direito e Letras
Funcionária pública (professora liceal)
(FALECEU EM 10 DE MAIO DE 2007)

Judite Mendes de Abreu (independente, PS)

24.042 votos (93.394 eleitores)
25,7% dos inscritos


1979
António Moreira
(PSD / AD = PPD+CDS+PPM)
57 anos
Licenciado em Engenharia
Funcionário público (Direcção-Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais)
(FALECEU EM ?? DE 2002)

António Moreira (AD)

28.908 votos (99.671 eleitores)
29% dos inscritos


1982
Fernando Mendes Silva
(independente / PS)
50 anos
Licenciado em Direito
Empresário
(FALECEU EM 31 DE MAIO DE 1992)

Fernando Mendes Silva (independente, PS)

33.943 votos (104.913 eleitores)
22,7% dos inscritos


1985
António Moreira
(PSD)
63 anos

23.808 votos (110.322 eleitores)
21,6% dos inscritos


1989
Manuel Machado
(PS)
33 anos
Licenciado em Economia
Funcionário público (Segurança Social)

Manuel Machado (PS)

32.143 votos (118.574 eleitores)
27,1% dos inscritos


1993
Manuel Machado
(PS)
37 anos

40.014 votos (126.120 eleitores)
31,7% dos inscritos


1997
Manuel Machado
(PS)
41 anos

33.950 (131.123 eleitores)
25,9% dos inscritos


2001
Carlos Encarnação
(PSD / Por Coimbra = PSD + CDS + PPM)
55 anos
Licenciado em Direito
Funcionário público

Carlos Encarnação (Por Coimbra)

38.335 votos (125.684 eleitores)
30,5% dos inscritos


2005
Carlos Encarnação
(PSD / Por Coimbra = PSD + CDS + PPM)
59 anos

31.752 votos (122.689 eleitores)
25,9% dos inscritos


2009
Carlos Encarnação
(abandona as funções em Dezembro de 2010)
(PSD / Por Coimbra = PSD + CDS + PPM)
63 anos

29.357 votos (127.622 eleitores)
23% dos inscritos


João Paulo Barbosa de Melo
(assume funções em Dezembro de 2010)
48 anos
Licenciado em Economia
Funcionário público (assistente da Faculdade de Economia de Coimbra)

João Paulo Barbosa de Melho (Por Coimbra)

2013
Manuel Machado
(PS)
57 anos

22.631 votos (129.060 eleitores)
17,5% dos inscritos


ALGUMAS CURIOSIDADES DAS PRIMEIRAS ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS

Realizaram-se em 12 de Dezembro de 1976.
(Aliás, as eleições autárquicas foram em Dezembro nesse ano e nos seguintes: 1979, 1982, 1985, 1989, 1993, 1997 e 2001. A partir daqui passaram a realizar-se no mês de Outubro: 2005, 2009 e 2013).

Na véspera das eleições, o Académico perdeu com o FC Porto, no Estádio das Antas, por 2-0.

No dia das eleições rebentou um petardo na Cadeia Penitenciária de Coimbra. Eram 15h45. A tentativa de fuga, em direcção ao Jardim da Sereia, foi gorada.

Uma das forças concorrentes às eleições foi a FEPU (Frente Eleitoral Povo Unido), uma coligação de PCP, MDP/CDE e FSP.

Na quarta-feira seguinte, Mário Soares, primeiro-ministro, iniciou uma viagem ao Brasil. A ameaça de bomba a bordo do avião, logo após a partida, obrigou à aterragem forçada em Las Palmas.
Mário Soares regressou do Brasil no dia 22 de Dezembro, mas o nevoeiro impediu a aterragem em Lisboa. O avião foi desviado para Faro, onde o primeiro-ministro se viu obrigado a pernoitar.


RECORTES DE FINAIS DE 1976









7 comentários:

  1. Belo trabalho de nos fazer recordar tempos passados.
    Tempos em que havia gente séria, de trabalho, e que sabia fazer da cidade a sua prioridade.

    ResponderEliminar
  2. A 1ª, Drª Judite, foi a mãe, tia, madrinha e mestre-escola dos ciganos, turando o sussego aos moradores do planalto mais belo e soalheiro da cidade com a ciganada, dando casas para a destruiçãso e formação do guetto da cidade...
    M.Machado, o seu successor! Haverá ainda mais ciganos que chegados á penitenciária ainda venham a ter outro Guetto ou alarga-se o existente? É que, a Função Pública agradece tão gentis vizinhos a custo zero!

    ResponderEliminar
  3. Um leitor acaba de enviar um comentário com várias informações muito importantes. Mas... é anônimo. Muito obrigado pelas informações

    ResponderEliminar
  4. Continuando... (problema informático) Só poderei tornar públicas as informações se o leitor/comentador se identificar. É uma regra básica.

    ResponderEliminar
  5. O Dr. Mendes Silva foi eleito em 1982 com 32,4% dos votos. Logo será o Presidente da Câmara Municipal de Coimbra eleito com a maior percentagem de votos, e não os 22,7% indicados.

    ResponderEliminar
  6. Carlos, as contas são feitas do seguinte modo: número de votos a dividir pelo número de eleitores. A percentagem que refere é a "percentagem oficial", que não corresponde à realidade atrás descrita.

    ResponderEliminar